domingo, 20 de maio de 2012

Mistério


Ontem quando chegamos do jantar, a Ara não estava ao portão como habitualmente. Depois de quatro casos de atropelamento de animais de estimação mesmo na estrada em frente a casa, quando algum desaparece por momentos é caso para ficar logo a pensar o pior. Procuramos, chamamos, mas nada. Só às 6 da manhã é que apareceu toda molhada da chuva e um ar duvidoso.
Hoje por volta do meio dia quando N foi tratar dos animais, veio com uma estranha notícia. Os patos e os pintos não estavam na capoeira... tinham desaparecido sem deixar rasto. Havia apenas uma abertura na rede, mas nada de penas nem pinga de sangue. 2 patos, 4 frangos e 1 pinto tinham evaporado e 1 tinha passado misteriosamente para a capoeira do lado.
Comecei com 15, poucos dias depois morreram 4 e agora desapareceram 7 ao mesmo tempo, neste momento já estou no prejuízo pois só me restam 4.
Já tinha ouvido várias histórias de raposas e doninhas que dizimam galinheiros, até ouvi histórias de gatos e cães que atacam criações, para não falar dos pilha galinhas, mas nunca pensei que me acontecesse um caso destes em menos de 1 mês. 

Já eram... 

Um comentário:

Livro da Actualidade disse...

Talvez ainda apareçam!