segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Avecasta

A aldeia de Avecasta, no concelho de Ferreira do Zêzere, parece um daqueles lugares que parou no tempo. Temos a sensação que a população começa a escassear pelo número de casas e terrenos abandonados e que os habitantes que restam ainda cultivam a terra e têm os mesmos hábitos de antigamente. O milho seca na eira, os animais pastam nos campos, aproveita-se o que a terra dá, as casas estão floridas e cuidadas, muitas delas em pedra e madeira, mantendo uma traça pitoresca e campestre. Algumas ruínas, mas também várias casas recuperadas, certamente obra de forasteiros endinheirados, quem ambicionam o luxo de ter uma casa no campo apenas para as férias.



Sobe-se o monte, lá em cima um moinho e uma paisagem a perder de vista. Até onde o olhar alcança é verde, é natureza em estado puro. Agrada a ideia de ainda existirem lugares como este. 



A poucos metros de distância uma gruta escavada na rocha. De acordo com vestígios encontrados, ali se encontram traços de civilização que remontam ao período do Paleolítico. O lugar mais fresco numa tarde de calor.

Nenhum comentário: