domingo, 10 de abril de 2011

Calor

Não devíamos estar na Primavera? Que calor veraneano é este em pleno Abril? Parece que passámos do frio gélido para o calor extremo, sem passar pelo meio termo.
Os casacos já não são tolerados logo pela manhã e em vez das roupas de meia estação, passou-se imediatamente às mangas curtas, calções e chinelos. É arrumar as roupas de Inverno e pendurar as de Verão, o roupeiro deixa as cores monótonas e enchesse de cor.
Com o tempo assim começasse logo a pensar em praia e em férias. E há quem passe dos pensamentos aos actos. Por mim, fico-me pelas palavras porque os fins de semana têm sido ocupados com tarefas caseiras. Pinturas, limpezas, plantações e jardinagens.
Abril chegou e como previa, a Tília numa semana passou do nada para o germinar das folhas. Mais uma semana e ficará totalmente preenchida e cheia de sombra. As obras no alpendre finalmente terminaram. O baloiço já está posto e o primeiro almoço familiar desta estação aconteceu no sábado.


2 comentários:

moi même disse...

Aqui estou tal e qual tu estas aí. Flores e árvores, terra e montes, cores e paz. Muita felicidade para quem aprendeu a viver no campo. Gostei de encontrar um espaço com fotos de uma terra igual à minha. Separados na distância. Beijo

JP disse...

Muito obrigado pelo comment... you are the first :)